quarta-feira, 31 de julho de 2013

Lugares e Lugares!

Hoje nós vamos falar sobre uma das melhores coisas para comer no mundo, o Chocolate.
Ao leite, meio amargo, amargo, e até mesmo o falso chocolate que é o branco são todos muito saborosos e quando o assunto é ele cada um tem a sua marca favorita e o local onde compra-la.
Sabemos que um dos melhores chocolates do mundo são os chocolates Belga, porém eu posso garantir para vocês que os chocolates produzidos aqui mesmo no Brasil, com o nosso cacau baiano não tem deixado nada a desejar, porém  eles não são de fácil acesso ( leia barato), então vamos a uma dica de chocolate bom e barato.
Vocês já ouviram falar na loja Planeta Bombom?

A Planeta Bombom é uma loja especializada em revenda de chocolate de grandes marcas e outros doces, tem mais de 10 anos no mercado e conta com algumas filias no Recife, Caruaru, Tacaruna, Guararapes e aqui em Salvador.
Lá você vai encontrar desde trufas artesanais formando um lindo bouquet até um simples pirulito convencional. Com preços que variam de R$ 0,45 até R$ 75,00, você escolhe o chocolate ou doce que quer comer e paga na faixa de preço que quiser e puder pagar, não é uma belezura?

Uma das maravilhas que vende na Planeta Bombom são as trufas, existem na loja diversos sabores, eu escolhi as dos seguintes sabores: Morango, Cupuaçu e Mista. Cada unidade custa R$ 1,50 e você é quem diz qual vai querer comer.



Então se você está querendo comer chocolate e mora em uma das cidades que tem a Planeta Bombom, corre lá e aproveita, porém se você quer mesmo comer chocolate, não precisa se desesperar né, corre em qualquer lugar que venda e compra um.






Esse post não é patrocinado.






Por Clara Santos

Estuda Menino(a)!

Para você estudante ou amante de um bom vinho, aí vai uma dica!




Na loja virtual Wine  está com uma promoção imperdível, vinhos da casta Tempranillo numa super promoção e com entrega gratuita.
Conhecendo um pouco mais desta casta...

Símbolo da Espanha e originária da região de Rioja. Dependendo da região, a Tempranillo pode ser identificada com outros nomes: Ull de Llebre (Penedès), Tinto Fino (Ribera del Duero), Tinta del País (Ribera del Duero), Tinta de Toro (Toro) e Cencibel (Valdepeñas). Em Portugal ela também é muito importante, conhecida como Tinta Roriz (Douro) ou Aragonês (Alentejo). Esta casta vem chamando muita atenção nos últimos anos devido a sua incrível adaptabilidade aos climas continentais, ela passou a ser cultivada em regiões distantes como Austrália, Argentina, África do Sul e Estados Unidos. Os resultados são tão animadores que já se fala em a Tempranillo tornar-se uma opção mais acessível que a Cabernet Sauvignon e Merlot para os mercados internacionais.
A Uva apresenta cachos compactos de tamanho médio, seus bagos possuem casca grossa, com coloração negra brilhante, de formato cilíndrico. Prefere clima fresco com grande insolação, necessita de água em quantidades reduzidas e o cultivo em altas altitudes é bem vindo. Normalmente se apresenta com baixa acidez e açúcar, mas com bons taninos e aromas. Seus vinhos tendem a ser mais redondos, macios e com uma textura deliciosa.



Então, aproveitem a promoção e bons estudos!


Este post não é patrocinado.




Por Lorena Pereira

terça-feira, 30 de julho de 2013

Estuda Menino(a) !

Olá pessoal, estamos de volta com mais uma dica imperdível para quem procura se especializar ainda mais na área de gastronomia.
A La Bellini Consultoria, uma empresa do seguimento de consultorias  de alimentação para restaurantes, cozinha industrial, bares, lanchonetes, padarias, confeitarias, pizzarias, festas e eventos do ramo, tem em seu banco  mensal uma lista de cursos específicos para quem tem o interesse de se aperfeiçoar ou de adquirir conhecimento gastronômico.
No site da La Bellini você encontra mais informações sobre os cursos ofertados neste mês e curtindo a fan page da empresa você receberá os avisos dos cursos sem ter que ficar indo todos os dias no site.
Então, não existe desculpa para não aproveitar a oportunidade, é só correr, escolher o curso, ver qual ti agrada no conteúdo e no custo e se inscrever e boas aulas.



http://labelliniconsultoria.com.br/cursos-diferenciados/
































Este post não é patrocinado.







Por Clara Santos

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Tá Bombando!

Muito já se falou sobre os benefícios do açaí, todos nós sabemos que ele é  um fruto da região amazônica rico em proteínas, fibras, lipídios, tem ação antioxidante e é considerado uma fonte de  gordura  saudável, assim como o azeite de oliva. Por ser um alimento muito fácil de manipulação após a extração da sua polpa, existem diversas formas de consumi-lo.

 Sucos, milkshakes, na tigela com banana e granola e  entre outras maneiras, o açaí é um dos queridinhos de toda população brasileira. Pensando nisso que a  Açaì & Saúde  aproveitou esse maravilhoso fruto e com os seus produtos e serviço diferenciado recebeu o título de melhor açaí de Salvador pela revista Veja.
Como aqui em Salvador não existe inverno( a estação existe, só não existe o frio), aproveite pra se refrescar e ganhar em sabor e saúde. Na Açaí & Saúde você encontra o tradicional açaí na tigela, as tigelas frozen, sucos, sorvetes e shakes com o fruto além de produtos como o conhecido bolo de banana, sanduíches, e salada de frutas.

E aí está esperando o que para experimentar o melhor açaí da cidade?
Você encontra a Açaí & Saúde  nos melhores shoppings da cidade e em Vilas do Atlântico.




Por Lorena Pereira

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Receita do Dia!

Hoje comemoramos o dia dos Avós, um dia especial para quem ainda tem o privilégio de ter a sua avó e o seu avô por perto. Graças a Deus eu ainda tenho a minha avó paterna, a materna se foi quando eu tinha 11 anos, e os avôs eu nem conheci, mas como disse, é um privilégio poder contar com a presença da minha vozinha Arlinda.
Quem pode ter contato com seus avós sabe como é especial o carinho, a atenção, as broncas, as brigas, as defesas ( nós sempre corremos para eles nos defender : D), os avós tem um papel fundamental no crescimento e amadurecimento de todos nós, são com eles que aprendemos que nossos pais não são criaturas tão perfeitas como imaginamos, com eles que descobrimos todos os "podres" dos nossos pais e aprendemos a reconhecer um amor incondicional aqui na terra. Deus seja louvado pela vida de todas as vovós e vovôs!
Para comemorar esta data tão especial, vamos fazer uma deliciosa torta de frango com massa podre.




Ingredientes:
1 kl de farinha de trigo
500 g de margarina com 80% de lipídio
1 ovos inteiros
1 gema
1 colher de sopa de leite líquido
1 peito de frango refogado com alho e depois desfiado
molho de tomate à gosto

Modo de Preparo:

Misture a farinha de trigo, a margarina, os ovos e faça uma massa homogênea, disponha a massa no fundo de uma forma com fundo removível. Leve o frango desfiado ao fogo e coloque o molho de tomate, tempere ao seu gosto, reserve para esfriar. Depois, coloque dentro da massa aberta, faça uma tampa com a outra parte da massa e cubra formando uma empada grande, pincele com uma mistura feita com a gema e o leite, leve ao forno até que fique dourada.




                                      Nossa singela homenagem a todos os vovôs e vovós!




Por Clara Santos

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Vai casar?

Enfim, a tão esperada noiva Tradicional. Se você é do tipo que está organizado seu casamento com todo o requinte e sofisticação que existe, você faz parte desse seleto grupo.
Para você, não existe muita dica, pois praticamente você já sabe tudo que irá acontecer no seu grande e sonhado dia não é mesmo? Se não, chega mais e aproveita algumas das dicas de hoje.

Serviço à Francesa

Serviço à Inglesa

Para o jantar o serviço indicado seria o serviço à inglesa ou à francesa, nos dois os convidados ficam sentados à mesa e o garçom servirá o jantar, porém o que distingue os dois serviços é a quantidade de pratos, pois no primeiro você poderá servir apenas uma opção de prato e tendo o bolo como sobremesa, porém no segundo será necessário uma entrada, um prato principal e uma sobremesa.
Na organização também, você deverá ter ideia de quantos serão os seus convidados, se algum deles tem alergia a algum tipo de comida, ter em média duas opções de prato principal, se por acaso uma parte dos convidados não consumir determinado tipo de alimento, tudo isso para garantir que todos saiam satisfeitos da sua festa.


imagem retirada da internet


Para que tudo saia da maneira imaginada e programada, você precisa passar para o buffet responsável todas as informações que você julgue necessária para uma boa execução da sua festa, pois por mais que você imagine que tal informação é desnecessária, ela nunca será. Então coloque os convidados separados por mesas nas quais exista algum vinculo entre eles, nada de colocar uma colega do seu trabalho que não conhece ninguém da sua família sentada na mesa dos seus tios, isso é constrangedor para ambos os lados.
Por mais chato que isso tudo pareça ser, todo detalhe é muito importante, pois qualquer coisa que você não pense antes, no dia pode ser uma grande dor de cabeça. Anote tudo, reveja todos os passos, analise tudo e no dia, aproveite o máximo que puder, pois você certamente irá merecer muito descanso.

Espero ter ajudado a todas as meninas que estão organizando os seus casamentos, imagino o quanto deve ser estressante esses preparativos, quando chegar a minha vez eu conto pra vocês, rsrs.
Felicidades à todas.


Se tiver alguma dica nos diga nos comentários.




Por Clara Santos

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Vai casar?

Olá noivinhas queridas, estamos de volta e hoje iremos traçar o perfil da noiva Descolada.
Se você é do tipo que não tem medo de inovar, está sempre atenta a tudo que está acontecendo no mundo da moda, compra revistas, olha sites, blogs e tudo que estiver a sua disposição para que você encontre inspiração para montar a sua festa, você faz parte do grupo das noivas descoladas.
Sendo assim, vamos às dicas para que você realize sua festa do seu jeito e com a sua cara, pois não adianta só casar, tem que arrasar também né, rsrs.
Primeiro lugar, você precisa decidir como será o seu buffet, decoração e tudo mais não é? Uma boa dica é seguir uma das vertentes da gastronomia contemporânea, o Finger Food.
Nela você poderá solicitar ao buffet que prepare várias versões de pratos típicos, doces tradicionais, e tudo será servido individualmente e em porções que os convidados poderão comer apenas com as mãos, sem auxilio de pratos e talheres e necessariamente não será preciso mesa e cadeira.

imagem retirada da internet
imagem retirada da internet

Para o bolo, uma boa dica é o que muitas mulheres pelo mundo a fora e algumas até são famosas estão escolhendo, o Naked Cake. Para quem não está acostumado, ver um bolo de casamento sem a tradicional cobertura de glacê real ou pasta americana é muito difícil aceitar a ideia, porém como você é uma noiva que não se importa muito com essas convenções o Naked Cake é o seu bolo dos sonhos.
imagem retirada da internet

Não importa como seja a festa, a decoração e nem o buffet, o que realmente importa é a realização do seu sonho e que isso seja feito segundo a sua vontade e com a sua cara, o resto... é resto.


Se tiver alguma dica nos diga nos comentários.




Por Clara Santos

terça-feira, 23 de julho de 2013

Vai Casar?

Olá noivinhas de plantão, nós resolvemos dar uma ajudinha para vocês que estão organizado este evento que é tão importante para todas as mulheres. É sempre muito difícil decidir entre tanta coisa que é preciso para realizar a cerimônia e a festa dos seus sonhos. Nós aqui do Vamu Cumê iremos ti dar algumas dicas de buffet, pois decoração, cerimonialista, dj e outras coisa mais,   nós não entendemos tão bem como entendemos dos "comes e bebes" né.
O primeiro passo para fazer uma festa é decidir o seu perfil, que tipo de noiva você é?
É do tipo econômica, descolada ou tradicional? Depois que descobrir o seu perfil ficará muito mais fácil organizar o buffet da sua festa  e conseguir que ele seja a sua cara e tenha o seu jeito.
Neste primeiro post iremos traçar o perfil da noiva Econômica e dar algumas sugestões que vão agradar e muito a você.

Noiva Econômica
É o tipo de noiva que  está muito animada para este dia especial porém não tem grana para realizar todos os sonhos e desejos.
São muitas as maneiras que você pode economizar uma grana e não prejudicar a sua tão sonhada festa. Para isso é preciso muita determinação, avaliação de todos os pontos importantes da festa, cortar convidados desnecessário ( tipo chefe mala e colegas de trabalho puxa saco, rsrs), e fazer uma avaliação criteriosa de quanto você tem disponível e quanto você realmente pode gastar, pois não tem graça nenhuma depois de casar você ficar pagando as dívidas do casamento não é?
Depois de fazer essas avaliações, cortes, você deve definir como será a decoração, lembre-se que as flores e toda a ornamentação natural que você vá colocar na igreja e no espaço tem um tempo de vida útil, então não compre flores super caras pois elas irão murchar e isso será dinheiro jogado fora, literalmente. Então, escolha uma decoração mais simples, com flores mais baratas, porém que continue tudo lindo como você sempre sonhou. No buffet sempre existe uma grande questão do que é e do que não é econômico. Seria mais vantajoso fazer um jantar ou colocar petiscos em mesas espalhadas pelo local da festa?
imagem retirada da internet

Na minha humilde opinião o que é mais vantajoso e organizado seria um jantar, com serviço americano ou franco-americano, pois isso retira a necessidade de garçons, você apenas precisa contratar um buffet para preparar as comidas, organizar o balcão do serviço e levar todos os pratos, taças e talheres.
Neste tipo de serviço é o próprio convidado que se serve, como nos restaurantes self-service. Para escolher entre o primeiro ou o segundo você precisa avaliar o tamanho do local onde será a festa, pois no primeiro o salão pode ser pequeno e os convidados comerão de pé e no segundo o salão deverá ser relativamente grande pois os convidados comerão à mesa.
Quanto ao que servir, uma boa dica é sempre montar um cardápio com comida regional, isso economizará bastante dinheiro, pratos típicos do nordeste por exemplo como escondidinho de aipim com carne seca e queijo coalho, agradam a todos e é muito barato.
Avalie todas as possibilidades, veja todos os preços, faça quantas contas e cortes for necessário, porém lembre-se esse será  o seu tão sonhado dia.


Se tiver alguma dica nos diga nos comentários.




Por Clara Santos

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Lugares e Lugares!

Você já ouviu falar de uma lanchonete que vende sanduíches de diversos sabores feito com um pão de batata? Se a sua resposta para essa pergunta for Sim, parabéns você é bem informado, mas se sua resposta for Não, bem vindo ao meu grupo, rsrs.
Já comi pão feito de batata, mas nunca tinha comido  em uma lanchonete que só vende sanduíches feito com ele. Foi aí que descobri a Cupim Pão de Batata.

Essa lanchonete que tem no Shopping Barra e no Shopping Piedade, tem em seu cardápio maravilhosos sanduíches que vão ti conquistar na primeira mordida, alias, se for como aconteceu comigo, você será conquistado ao ver o lanche, pois ele tem uma aparência maravilhosa e o sabor é semelhante.
Como sempre, eu e o meu fiel escudeiro escolhemos um combo, ele escolheu o sanduíche chamado Caipira e eu escolhi  o mini Caipira. Nosso combo vem o sanduíche e um refrigerante de 400 ml e 300 ml respectivamente, e gastamos R$12,50 no primeiro combo e R$ 10,50 no segundo, é a média que gastamos nos outros estabelecimentos.
Caipira

Mini Caipira


 O Caipira e o mini Caipira são sanduíches feitos com queijo minas, presunto, alface e tomate, tudo isso dentro de um maravilhoso pão de batata, pode não parecer, mais esse foi o sanduíche mais "leve" que já comi, então se você estiver fazendo dieta, este pode ser um "lanche amigo".

























Além do sanduíche que eu comi, a lanchonete tem outros diversos sabores com combos de preços variados, então é só correr para um dos dois shopping's e aproveitar. Abaixo temos uma imagem da tabela com os preços promocionais dos combos.




Este post não é patrocinado




Por Clara Santos

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Lugares e Lugares!

Sempre falamos de lugares que frequentamos, das experiencias que tivemos, dos custos da refeição e tudo mais, porém quase sempre falamos de restaurantes que só tem ou aqui em Salvador ou no máximo em algumas cidades do Nordeste mesmo, porém hoje aproveitando o Guia Comer & Beber da revista Veja, vou dar umas dicas de lugares para comer em São Paulo.
É um fato conhecido de todos que São Paulo é a capital gastronômica do país, e que tem grande expressão fora do Brasil também, é fato também que grande parte dos restaurantes chiques da capital paulita só pode ser frequentado por quem tem um poder aquisitivo relativamente alto né. Porém, o guia Comer & Beber trás uma relação de restaurantes e seus menus digamos "populares" que você pode comer gastando até R$ 50,00, não é nenhuma pechincha né, mas para uma ocasião especial vale.
Então, vamos aos restaurantes e seus menus:

 Obá 
Por R$ 29,90 você pode degustar, uma  entrada com até quatro sugestões fixas, o prato principal muda todos os dias. Às quartas, entra em cartaz um peito de frango grelhado mais tagliatelle ao molho de tomate, manjericão, rúcula e queijo pecorino. Oferece também opções vegetarianas. 




Le Repas 
Por R$31,00 você pode pedir uma entrada, prato principal e dois acompanhamentos.que podem ser rataouille,batata rústica ao alecrim, purê de mandioquinha ou arroz com ervas. Para adoçar a refeição sem esfolar o bolso, as sobremesas ganham preço promocional no almoço: R$ 8,00. Além do menu executivo, há sempre uma opção de prato do dia (R$ 28,00).


Éclat
Por R$35,00, você tem a disposição um menu que é servido em três etapas,  reformulado diariamente. Algumas sugestões de prato principal que podem compor o menu são a tilápia com banana-da-terra e farofa de castanha-do-pará e o picadinho guarnecido de arroz, ovo, farofa e banana. Na sobremesa, aparece a torta de maçã com calda de chocolate e sorvete de creme.

Para saber onde fica cada restaurante e ver a lista completa com todos os restaurantes em São Paulo e os preço basta ir no site do guia e aproveitar. Agora não precisa de desculpa pra dizer que não vai jantar em restaurante chiq né.
Imagens retiradas do Guia Comer e Beber da revista Veja, matéria reprodução.



Por Clara Santos

Receita do Dia!

E dando continuidade aos nossos posts com as receitas de família, hoje vou postar o macarrão com almondegas da minha bisa. Pra quem não sabe, bisa é o diminutivo de bisavó, ou seja, a mãe da minha avó, entendeu? Só que na minha família existe um complicador maior ainda para os desavisados, pois, a minha bisavó nós chamamos de Voinha, é a avó de mainha, sacou? Coisas que só um baiano entende!
Voinha, fazia cada dia da semana uma comida diferente, no domingo era feijoada, na segunda as carnes que sobraram da feijoada viravam um prato chamado "roupa velha", na terça tinha omelete, na quarta era ensopado de carne, na quinta era carne cozida normal, na sexta tinha ensopado de carne e no sábado cozido. Aos domingo para acompanhar a tradicional feijoada ela fazia um bom macarrão com molho de tomate pellato, que na época não levava esse nome é claro.
Então, vamos deixar de história e simbora anotar os ingredientes:



Penne com almondegas




Ingredientes:
1 lata de tomate pellato
3 tomates grandes maduros
meia cebola picada
4 dentes de alho picados
500 g de carne moída
sal, pimenta preta, alecrim à gosto
óleo para fritar as almondegas
300 g de penne
100g de queijo parmesão ralado




Modo de preparo:
Lave bem os tomates e leve ao fogo em uma panela com água por aproximadamente uns 5min, ou até que a casca solte.
Em uma panela coloque um pouco de azeite, coloque a cebola e o alho picado, e deixe refogar por alguns minutos, coloque o tomate da lata e o tomate que você "cozinhou" picado e sem a pele. Deixe refogar e acrescente sal e pimenta preta ao seu gosto. Tempere a carne moída com uma pequena parte da cebola e do alho picado, coloque sal e o tempero seco que julgar necessário, faça bolinhas e frite.
Cozinhe a massa por 9 à 11 min, coloque no molho, sobreponha as almondegas e sirva salpicado com queijo parmesão.









Por Clara Santos

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Lugares e Lugares!



Hoje nós vamos falar da doceria e café Viva Gula, presente em quase todos os shoppings da capital baiana, essa doceria conta em seu cardápio com diversos tipos de tortas doces e salgadas, doces finos e tradicionais, e salgados, desde uma simples coxinha até um camarão empanado.
Com preços que variam desde R$1,20 à R$1,40 nos salgados e doces que variam de R$ 1,20 à R$5,00. Nas tortas a variação de preço é quase minima, pois em sua maioria a fatia custa R$8,00.
Ainda é possível encontrar a disposição do cliente o combo composto por uma fatia de torta doce, mais um salgado e um refrigerante em lata por R$13,00 ou uma fatia de torta salgada, mais um doce e um refrigerante em lata pelo mesmo preço. Então, não existe desculpa quando o assunto é sair da dieta e enfiar o "pé na jaca", se quer comer torta e não sabe onde ir, basta correr no shopping mais próximo e aproveitar.

Sempre que vou comer no Viva gula escolho a torta Sertaneja, esta torta nada mais é do que uma camada de massa "podre", recheada com carne seca de fumeiro, banana da terra, e muito queijo. É uma das 7 maravilhas do mundo, compro sempre com um copo de suco de laranja e isso dá um total de R$15,00. Uma média de gasto de qualquer lanche na praça de alimentação dos shopping's né?




Abaixo temos mais algumas das inúmeras opções do cardápio da cafeteria, ficou interessado? Então corre lá para conferir!
preço da torta e não da fatia




























Este post não é patrocinado.




Por Clara Santos

Vamu cumê por aí?

Hoje nós  iremos comer  em várias regiões do nosso país, vamos tomar o nosso café da manhã como é o costume local.
Preciso avisar que nem sempre tudo é o que parece ser, pois nem todo mundo tem todos os dias uma vasta opção de alimentos para consumir na primeira refeição.
Especialistas afirmam que o café da manhã é a principal refeição, pois é nela que iremos repor todas as energias que serão necessárias para nos manter alimentados e nutridos até a hora do almoço.
Então, Vamu Cumê...

Nossa primeira opção de café da manhã é um cardápio da região norte/nordeste, nele podemos encontrar as delicias que dão forças ao povo da terra para enfrentar um longo dia de trabalho. Banana da terra cozida, Cuscuz de milho ou de tapioca, tapioca com manteiga, canjica de milho, suco de frutas, café com leite, pão e outras delicias são algumas das opções que você pode encontrar nesse café da manhã.
Para aproveitar essa maravilha, quem não mora em nenhuma das duas regiões pode facilmente encontra-las em restaurantes espalhados por seus estados.

No sul do país podemos encontrar uma grande opção de alimentos embutidos, queijos, linguiças, salame, todas as heranças dos descendentes de europeus que moram por lá, frutas e pães variados também estão presentes na mesa do sulista. Para aproveitar essa maravilha, se você não é um nativo da terra, basta somente aproveitar as promoções de passagem aérea e passar um fim de semana em algum estado da região.




Na região sudeste existe algumas variações pois os gostos se diferem bastante de estado para estado, em São Paulo, o café da manhã geralmente é tomado com bastante pressa ou até mesmo numa padaria no caminho do trabalho, então o café do paulistano é composto geralmente por pão, café e leite podendo estes últimos serem substituídos por um suco. No Rio de Janeiro o café da amanhã já pode ser mais "caseiro" com pão, queijo, presunto, bolo, café, leite, suco, fruta, iogurte e em Minas Gerais e no Espirito Santo o café da manhã aparace como na foto acima, principalmente em Minas, pois o tradicional pão de queijo mineiro pode está presente em quase 100% dos lares do estado. ( Exagerei eu sei, mas Mineiro que é mineiro come pão de queijo o tempo todo né)

Ouvir dizer que na região centro-oeste do Brasil se come Pequi com tudo, não sei se é verdade, mas se for imagino que no café da manhã de um bom goiano sempre tenha um bom bolo, frutas variadas, pão, leite, café, suco, queijo e um bom doce em compota, pois são heranças da maravilhosa Cora Coralina.





Não importa se o seu café é composto por um simples pão com manteiga e uma xícara de café com leite, o que importa é o que ele significa para você, para sua região e principalmente para a marca na história gastronômica do local. Por mais que não tenhamos tempo ou dinheiro para apreciar o que é tradicional do local onde vivemos, temos sempre que manter as nossas raízes, pois quem depois saberá sobre nossos costumes se nós não  preservarmos?






Por Clara Santos

Estuda Menino (a) !

Sempre falamos aqui sobre a importância de sempre está buscando conhecimento não é mesmo?
Hoje, informações da internet chegam muito fácil, mas ter em mãos aquele livro perfeito para ser consultado em uma dúvida é tudo! Livros ligados à gastronomia costumam se muito caros por isso hoje tenho uma dica especial para vocês!
Através do site de compras Coquelux (http://www.coquelux.com.br/search/campaign?campaignId=73097), o Boccato colocou a disposição uma série de livros sobre gastronomia com preços especiais. Amantes da chocolateria, da confeitaria, da comida regional, do finger food, entre outros,não podem deixar de conferir. Boas compras e bons estudos!




Com este kit, o leitor poderá fazer chocolates como um artesão através dos utensílios de chocolateiro fornecidos. Contém Livro, 3 Formas e 3 Utensílios.


A ideia de finfer food já foi mais simples: belisquetes para serem segurados com os dedos de uma mão enquanto a outra segura uma taça de vinho , um drinque ou um suco – e comidos em uma só bocada. Porém, conforme as festas e encontrros foram ocupando e espaço de almoços e jantares mais formais, este conceito também mudou.

Essa é a história de como receitas saborosas, e da concepção de um estilo culinário muito particular, conseguiram influenciar e contribuir inegavelmente para que Trancoso, uma remota aldeia no litoral sul da Bahia, se transformasse num dos pontos mais cobiçados pelo turismo cosmopolita. Para esta edição exclusiva Cooklovers, a proposta é repetir aquele charme personalizado de um desjejum na famosa pousada Capim Santo, com alguns de seus mais bizados hits, perfeitos para acompanhar não só o café matinal, como também serem servidos de lanche ou arrematar a festa. Para este original volume, Bom dia Trancoso, da série CooKlovers, foram focalizadas algumas daquelas receitas do café da manhã da Pousada Capim Santo, que já inauguram belos e ensolarados dias de muitos felizardos por lá. Delícias que conseguem ser simples e sofisticadas, equilibradas e elegantes, trazidas do receituário de Sandra Marques, para proporcionar aquele prazer, tal e qual, um lindo e típico dia no paraíso¿



Para o momento do café, este kit oferece uma variedade de pequenas delícias - macarons de café e chocolate branco, mini merengues, mousse de mascarpone e trufas, etc. Este kit contém o livro Café Gourmand; com 30 receitas ilustradas mais 4 xícaras e 4 colheres de porcelana.

Já pensou em dar aos seus pratos o toque final com um tempero único, criado por você mesmo? Pois a gente te ajuda! Entre os próximos lançamentos pelo selo CookLovers está um livro cheio de aromas e sabores: Azeites Aromatizados. Nas primeiras páginas, você conhece a história do óleo de oliva, os diferentes tipos de azeites que existem, com seus níveis de acidez e oleosidade, e um passo a passo básico de como fazer a aromatização. Na sequência, vêm 20 receitas fáceis de preparar, com ingredientes que você facilmente vai encontrar em casa, e que ficam prontos em pouco tempo. Chimichurri, de gergelim, de cebola brûlée e de limão-siciliano são alguns dos sabores de azeites aromatizados que André Boccato e sua equipe CookLovers criaram e apresentam a você neste livro, que chega às prateleiras em abril.


E muito mais!






Por Lorena Pereira







segunda-feira, 15 de julho de 2013

Entrevista

A entrevista de hoje é com o Professor e Instrutor de Gastronomia Uelcimar Cerqueira, graduado em Administração com Habilitação em Hotelaria e pós graduado em Docência do Ensino Superior e em Gestão da Segurança de Alimentos, o professor Uelcimar Cerqueira além de ministrar aulas da disciplina de Gastronomia Brasileira no Centro Universitário Jorge Amado também tem em seu vasto curriculum algumas aulas e cursos ministrados não só em território nacional como também em outro país.
Com isso, nós aqui do vamu cumê não poderíamos perder a oportunidade de iniciar nossa sessão de entrevistas com essa personalidade.

1ª  Professor qual a sua expectativa em relação ao mercado gastronômico na Bahia?

R. Será preciso muita atenção dos nossos governantes para com os projetos de revitalização de nossa cidade, mais ainda a manutenção após as conclusões. Temos uma gama enorme de atrativos mal cuidados que fazem parte e estão diretamente ligados com a nossa cultura gastronômica, e propiciará mais oportunidades com um turismo fortalecido.

2ª Qual o ingrediente você considera o "alimento" legítimo do Brasil?

R. Para legitimar qualquer insumo é preciso que o mesmo esteja diretamente ligado com a cultura em todos os sentidos da população brasileira, é preciso que o mesmo represente em sua forma natural ou através de seus subprodutos, nos lares da família brasileira, portanto a resposta é uma só: Aipim, Macaxeira, Puba, Polvilho Doce ou Azedo, Tapioca, Tucupi, Maniva- integralmente "Mandioca".

3ª Como você avalia o setor gastronômico de Salvador? ( estrutura, avanços tecnológicos, salários)

R. Pode-se afirmar que mudanças significativas com a valorização da profissão vêm ajudando a dar esperanças de melhora, mas, o nosso mercado ainda precisa de mais investimentos, os donos de estabelecimento tem que  melhorar as condições de trabalho.

4ª Você considera que a capital baiana está preparada para receber a copa do mundo em 2014? Com relação ao setor da gastronomia e hospitalidade.

R. Muitos trabalhos estão sendo feitos pela iniciativa privada e governamental, projetos de capacitação temos aos montes em andamento, mas minha preocupação é o que será feito depois da copa!

5ª Qual prato você considera o Símbolo da Bahia?

R. Por sua importância cultural que conta a história do nosso povo, reverencia a nossa influência africana, berço da humanidade, o "Acará de Comer"- Acarajé.

6ª Como você ver a inovação e a utilização das técnicas da cozinha molecular nos pratos típicos da Bahia?

R. Há de se ter cuidado, pois não estamos apenas falando de tecnologia, modernidade, inovação e criatividade, a alimentação de um povo reflete a sua história, sua existência e essas "brincadeiras", inovação podem apagar em logo prazo a nossa memória. Não sou contra, vejo com bons olhos o interesse da nova geração pela gastronomia e pense que se pode aumentar ainda a valorização do profissional. Mas é preciso ter cuidado.

7ª Como você avalia os cursos de graduação em gastronomia que são oferecidos na capital baiana? Existe algum comparativo com os cursos oferecidos em outros estados?

R.O curso de gastronomia de modo geral para beirar a perfeição demanda muito investimento e a realidade econômica das pessoas interessadas em fazer este curso é baixa. Temos ainda a dificuldade de mão de obra qualificada para a execução das aulas práticas, contudo é preciso que os estudantes não se acomodem e fique esperando apenas das instituições, pois, por melhor-ou pior- que seja o curso, o aprendizado, crescimento, a profissionalização é responsabilidade pessoal.


8ª O mercado baiano está preparado para receber e oferecer emprego para tantos profissionais que estão sendo formados nas universidades?


R. Eu me pergunto se os novos profissionais estão se preparando devidamente para enfrentar o mercado. Os coreanos tem como utensílio uma peneira de palha como as nossas, mas que tem grande simbologia para eles. Com essa peneira eles separam do arroz- seu alimento principal- da areia e das pedras, separa o bom do mau. É preciso ter espirito empreendedor e não achar apenas que tem que ter um emprego formal.






Uelcimar Cerqueira dos Santos
uelcimar.blogspot.com










Por Clara Santos

domingo, 14 de julho de 2013

Vamu cumê por aí?

Vamu cumê no Rio de Janeiro?
A culinária carioca é uma grande mistura de pratos de todas as regiões do Brasil, porém vemos nos pratos principais da cidade grandes expoentes da culinária portuguesa.
Não é por acaso que a gastronomia carioca tem grande laços com a culinária de Portugal, os laços históricos dos dois países deixaram marcas em todos os aspectos, tanto na arquitetura, língua, cultura e também na comida. São os doces as maiores heranças que as  portuguesas nos deixou.
Então, vamos aos principais pratos da "Cidade Maravilhosa".



Bacalhau à Gomes de Sá



Prato típico do Norte de Portugal, criado pelo cozinheiro José Luis Gomes de Sá, o qual deu o  seu próprio nome ao prato.
Feito com bacalhau em lascas, azeite de oliva, batata, cebola, folhas de louro, ovos cozidos, salsa, alho e azeitonas pretas.





Filé Oswaldo Aranha



Prato criado no Restaurante Cosmopolita, nos anos 30 e 40 para homenagear o diplomata brasileiro Oswaldo Aranha.
Feito com o filé mignon ou contra filé, selado, acompanhado de farofa de arroz






Manjubinha Frita



Peixe Manjubinha, temperada com alho,sal, pimenta, suco de limão, empanada com farinha de trigo e amido de milho, frita em óleo de soja, prato servido geralmente nos botecos.









Picadinho Carioca



Geralmente carne de alcatra cortada em cubos, temperada com alho, sal, cebola, tomate, pimentão, folha de louro, salsa e pimenta do reino, servido acompanhado com farofa de manteiga e arroz.









Rabada Carioca


Rabada de boi, temperada com alho, cebola, pimenta, sal, tomate, algumas são acompanhas com cenoura ou outros legumes como o agrião.








Sopa Leão Veloso


Sopa criada no inicio do século no restaurante Rio Minho, o escritor Pedro Leão Veloso criou o prato inspirado na Bouillabaisse.
Feita com camarão, mexilhão, peixe, alho, buquet garni, cheiro verde, tomate, pimenta, carne de siri e  carne de lagosta.





 Toucinho do Céu



Prato típico português feito com leite, leite de coco, coco ralado, açúcar, farinha de trigo e amido de milho.









Por Clara Santos


quinta-feira, 11 de julho de 2013

Receita do Dia!

Não sei explicar o porque mas em todos ou quase todos os restaurantes da Bahia toda sexta-feita tem comida baiana no cardápio, isso se deve ao fato de já existir uma tradição. Em outros estados, como no Rio Grande do Sul, a tradição é de todo domingo comer churrasco, aqui na Bahia é toda sexta comer comida baiana, seja tradição ou questão religiosa, o que importa mesmo é que aproveitamos seja lá qual for o pretexto para comer uma boa comida.
Existem diversos restaurantes especializados em comida baiana, aqui mesmo em Salvador a lista é enorme, desde restaurantes mais sofisticados aos que são rústicos e simples. O que importa mesmo é servir uma boa moqueca de peixe com vatapá, caruru, feijão fradinho e se tiver uma mariscada cairá muito bem.
Então, já que hoje é sexta-feira e nós como boas baianas que somos, vamos seguir a nossa tradição e preparar uma boa moqueca de peixe.

                                Moqueca de Peixe

imagem retirada da internet



















Ingredientes:

4 postas de Vermelho ou bonito
suco de 1 limão
1 cebola grande cortada em rodelas
1 pimentão verde médio cortado em rodelas
2 tomates cortados em rodelas
coentro à gosto
1 dente de alho
500 ml de leite de coco
50 ml de azeite de dendê
Sal e pimenta à gosto

Modo de preparo:

Machuque o alho com o sal e a pimenta e tempere o peixe, coloque em uma panela tipo frigideira e arrume todos os temperos por cima do peixe, em seguida coloque o leite de coco e o azeite, leve ao fogo e deixe cozinhar. Nos últimos minutos de cocção adicione o coentro picado, desligue o fogo e sirva com arroz branco.








Por Clara Santos